Marialba Braga é a nova corregedora da PGE/AL

Eleita por unanimidade pelo Conselho Superior da Procuradoria Geral do Estado, procuradora assume mandato de dois anos

Por Em Contexto Comunicação
Marialba Braga

Eleita por unanimidade pelo Conselho Superior da Procuradoria Geral do Estado, Marialba Braga é a nova corregedora-geral da PGE/AL. A integrante da Associação dos Procuradores do Estado de Alagoas (APE/AL) assume o mandato de dois anos buscando desenvolver um plano que possa servir de orientação aos demais colegas, fazendo o trabalho preventivo dentro das competências da Corregedoria.

A nova corregedora tem experiência na função, que já ocupou em outra oportunidade, assim como esteve como sub no último biênio. Formada e pós-graduada pela Universidade Federal de Alagoas, ela ingressou nos quadros da PGE em 1987.

O seu currículo destaca ainda a presidência da Comissão de Precatórios, a coordenação da Procuradoria Judicial e o cargo de conselheira da PGE por três mandatos. Marialba Braga foi também coordenadora da regional Nordeste do Colégio Gerais dos Estados e do Distrito Federal, da qual atualmente é a vice-presidente. Ela escolheu o procurador Fernando Firmino Silva para sub.

A procuradora estadual assume o cargo que era ocupado por Flávio Gomes de Barros, presidente recém empossado da APE/AL, após dois mandatos na Corregedoria.
Para o procurador-geral do Estado, Francisco Malaquias, que presidiu os trabalhos de escolha da nova corregedora, ela tem tudo para fazer uma grande gestão, já que reúne qualidades e experiência necessárias para o bom exercício da função. “Marialba emprestará à Corregedoria seu dinamismo ímpar e uma firmeza na condução dos trabalhos bem característicos da sua personalidade forte e combativa”, analisou Malaquias.

METAS

Como meta de gestão estão o Planejamento estratégico com as unidades operativas; a apresentação ao Conselho Superior com a proposta de um novo regimento interno da corregedoria; avaliação de desempenho com os procuradores estáveis; a realização do trabalho preventivo, evitando – dentro do âmbito da competência da corregedoria – o corretivo; inspeções periódicas nas unidades operativas para identificar carências nos setores; correições ordinárias, ouvindo os procuradores em entrevista individual para identificar problemas nas unidades de lotação.

Dentre as funções da Corregedoria-Geral estão o trabalho de correção dos órgãos da PGE, orientações das formas de atuação e coordenação do estágio probatório de Procuradores do Estado. “Pretendo estar sempre à disposição do Gabinete do PGE, dos coordenadores e dos colegas, para em conjunto colaborar com o crescimento da nossa instituição. Mesmo assumindo novamente este cargo, considero que estou assumindo mais um desafio, pois pretendo desempenhar as minhas funções dando orientação preventiva, sem deixar de realizar a efetiva fiscalização, buscando o bom andamento da PGE”, explicou a nova corregedora.

Fonte: Alexandre Lino, Assessoria PGE/AL